{Resenha} Por Lugares Incríveis

Jennifer Niven * Seguinte
2015 * 336 páginas
Essa é história de Finch e Violet e de um amor que começou em cima de um murinho estreito a seis andares de altura, quando os dois estavam prestes a pular para a morte. Foi Finch que convenceu Violet a descer e depois ela disse que ele não deveria se entregar a tentação de pular e ele acabou descendo também.

Violet ainda está de luto pela morte da irmã mais velha que aconteceu há alguns meses atrás, ela nunca mais foi a mesma nem deu sorrisos verdadeiros, além de seu talento de escritora ter ido por água abaixo junto com a revista online que ela mantinha com a irmã. Finch muda de personalidade o tempo todo e é o esquisito da escola, além dele ser muito depressivo, ter uma família desunida e aguentar visitas semanais para a casa do seu pai super violento.

Um trabalho escolar une os dois, em dupla, terão que visitar os lugares mais incríveis de Indiana, (o estado deles) sempre deixando marcas por onde passam. Será que esse amor fará os dois mais felizes? O que aprenderão com essa aventura? Eles encontrarão um motivo para viver?
“(...) existem lugares que precisam ser vistos. Talvez ninguém nunca vá até lá nem valorize esses lugares nem se dê o trabalho de pensar o quanto são importantes, mas talvez até o menor deles tenha algum significado. Se não tiverem pros outros, talvez tenham para a gente.”
“Por Lugares Incríveis” é um livro viciante que você não consegue largar até chegar ao fim, a narrativa em primeira pessoa é fácil e fluida, ela é alternada entre os personagens Violet e Finch que deixam o leitor curioso, feliz, triste, ansioso, apaixonado e de muitas outras formas.

Quem ama diálogos inteligentes e citações (assim como eu) vai amar os personagens dessa história, as conversas deles são cheias de pensamentos meio filosóficos, meio loucos, sinceros, depressivos e divertidos, além deles citarem algumas pessoas. Nem preciso dizer que eu amei os dois, mesmo quando estavam em depressão.
“Ele toca guitarra em cinco ou seis bandas diferentes e, no ano passado, gravou uma música. Ele é meio... radical. Tipo, um dia veio para a aula pintado de vermelho da cabeça aos pés, e nem era dia de jogo. Falou para algumas pessoas que estava protestando contra o racismo e para outras que estava protestando contra o consumo de carne.”
A autora trabalhou bem esse tema de suicídio, ela mostrou todas as formas de evitar que isso aconteça e falou de como o ambiente familiar e a conversa são elementos importantes, também descreveu como uma pessoa prestes a se matar se sente. No fim do livro ela ainda colocou o telefone de lugares que trabalham com pessoas que tem pensamentos suicidas e recomendou que, se houver algum problema, o indivíduo procure ajuda.

A ambientação da história é muito perfeita, os lugares por onde os personagens passaram são bem legais (alguns existem mesmo e estão no final do livro junto com um mapa e uma breve descrição do que você encontrará por lá), minha cena preferida foi a visita que Finch e Violet fizeram à uma livraria que fica dentro de trailers, lá eles puderam comprar livros a um dólar (menos de três reais), fiquei morrendo de vontade ir até lá fazer umas comprinhas também.
“Você precisa de um baita tranco, não de um empurrãozinho. Você precisa retomar as rédeas. Ou vai ficar em cima do parapeito que construiu para si mesma para sempre.”
O final do livro é lindo, mas só depois de refletir um pouco, entendi o motivo da autora para escrevê-lo assim.

Recomendo essa viagem por lugares incríveis, você não vai se arrepender!
Beijos incríveis... Samantha Culceag.

12 comentários

  1. Oi Samantha, já ouvi tantos comentários positivos sobre esse livro. Tenho muita vontade de conhecer mais dessa história que parece incrível, e da escrita da autora!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vale a pena a leitura Kétrin, acho que você não vai se decepcionar com o livro!

      Excluir
    2. Vale a pena a leitura Kétrin, acho que você não vai se decepcionar com o livro!

      Excluir
  2. Quero muito ler esse livro, achei a sinopse muito fofa! Beijos, Jú
    docurailusoria.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Gostei do início da resenha e confesso que não li até o final, porque fiquei com medo de ter spiler (sou bem chata, tudo pra mim é spoiler hahaha), como me interessei vou comprar primeiro antes de ler tudo haha

    Beijoos, Love is Colorful

    ResponderExcluir
  4. Oi Samantha!
    Eu queria tanto ler uma resenha desse livro... achei a temática pesada e fiquei com medo de não gostar. Mas após ler sua resenha vou ler.
    Sua resenha realmente me foi útil!
    Obrigada!
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. que livro perfeito amei a resenha gostei muito :) vou procurar ler olha boa dica mesmo
    beijos

    http://loucaapaixonada22.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi Sam!
    Primeiro queria comentar que adorei o layout assim!
    Esse livro não me é um estranho completo, já devo ter visto ele em alguma resenha por ai, mas nunca prestei muito a atenção.
    Agora percebi o que tinha deixado passar.. A estória me chamou sim a atenção e me deu a impressão de que esse seria um livro que eu gostaria bastante.
    Sua resenha me convenceu, está bem escrita!

    Beijos, O Outro Lado da Raposa

    ResponderExcluir
  7. ja li uma outra resenha sobre esse livro mas ainda nao comprei pra ler, adorei sua resenha.

    http://www.jacknuit.com.br/

    ResponderExcluir
  8. nao conhecia o livro, pelo titulo imaginei outra coisa, interessante ler a resenha

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita, vou adorar saber sua opinião!
Tem um blog? Após seu comentário deixe o link para que eu possa retribuir.
*Não serão retribuídos comentários como "gostei" e "legal", leia a postagem antes de comentar!