Piratas do Caribe 5 - A Vingança de Salazar

*Varrendo o pó do blog*
Hey pessoal!
Ainda tem alguém aqui?
Bem, eu sumi porque estava desanimada para postar, mas navegando pelo mundo do YouTube (que na minha opinião é o que vem substituindo os blogs hoje em dia) comecei a pensar em como a Era dos Blogs era legal, o conteúdo era mil vezes melhor, a interação (comentários) nem se fala, teve até a época dos selinhos, lá em 2011 sei lá haha.
Aí, no meio das minhas reflexões, eu lembrei que tenho um blog e pensei "Por que não voltar?", então estou aqui e ainda tô tentando entender o porquê de ter um bocado de postagem pronta no meu rascunho e eu não ter publicado nenhuma delas! Poh Samantha!

*****************

O tema de hoje é o filme "Piratas do Caribe: A Vingança de Salazar", que, para quem não sabe, é o quinto filme da franquia e foi lançado esse ano, agora no mês de maio.


Piratas do Caribe fez parte da minha infância, quando o primeiro filme foi lançado eu tinha apenas 2 aninhos! Era um dos filmes que eu mais amava e eu já assisti tantas vezes que perdi as contas faz tempo. Jack Sparrow é um dos meus personagens preferidos da vida toda, seu jeito é muito engraçado, bem como sua pegada de anti-herói. Fiquei muito animada quando soube que lançariam o quinto filme, mesmo com as pessoas dizendo que iam estragar e história e blá, fiquei ainda mais animada quando soube que estavam gravando na Austrália (país lindo).

Gostei bastante do filme, foi engraçado em algumas partes, é bem exagerado e um tanto quanto impossível, mas isso só torna ainda mais divertido e convenhamos, no cinema nada é impossível. O mais interessante nessa história foi o retorno de alguns personagens que protagonizaram os três primeiros filmes, mas que infelizmente não apareceram no quarto, foi muito divertido revê-los de novo (não que Jack tenha gostado muito da experiência).


Os efeitos são bacanas, achei que não ficaram muito artificiais como costuma acontecer em alguns filmes mais modernos, o Jack jovem foi sensacional haha, ficou igualzinho.

E sobre o novo vilão... Adorei o Salazar, principalmente o efeito flutuante nos cabelos (a certa altura do filme descobrimos o porquê disso), foi uma pegada muito boa ele ser espanhol, pois os espanhóis eram conquistadores terríveis na época das Grandes Navegações, o filme explorou bem isso! O vilão superou o Barba Negra, mas ainda não ultrapassou o Davy Jones.

Os novos protagonistas também não deixaram a desejar, as mocinhas dessa franquia são sempre sensacionais e não foi diferente com Carina Smyth, ela é astrônoma e muito inteligente, sem ela ninguém teria encontrado o que tanto procuravam... (suspense). Não sabia que o personagem Henry seria o filho do Will, me surpreendi com isso. Ah, e o pouco de mitologia grega que colocaram na história foi muito bom!

No geral, gostei bastante do filme, não é o melhor de todos, mas não decepcionou! Ele tem um final, mas nada impede os produtores de fazerem mais filmes (não que eu queira isso).

Beijos de uma pirata... Samantha Culceag.
Leia mais...

{Tags} Hábitos de Leitura e Vamos responder

Hey pessoal!
Hoje vou responder duas tags literárias para vocês! Sem mais delongas, vamos lá!

Fonte da Imagem
Ilustração do livro "Os Fantásticos Livros Voadores de Modesto Máximo"


Hábitos de Leitura


1- Quando você lê? (manhã, tarde, noite, o dia inteiro ou quando tem tempo?)

Leio de manhã, eu chego na escola às 6:20 e a aula começa às 7:00, uso esse tempo para ler. De noite, leio das 21:00 até as 21:30 se eu não tiver nada para fazer.

2- Você lê apenas um livro de cada vez?

No mínimo dois livros de cada vez, às vezes eu estou lendo um livro bem devagar e tem um outro que eu leio todos os dias, ou então eu alterno os dois livros. Na maioria das vezes eu tenho um livro para ler na escola e outro para ler em casa.

3-Qual seu lugar favorito pára ler?

Sala de casa ou na minha cama.

4- O que você faz primeiro: lê o livro ou assiste o filme?

Se eu tiver o livro na minha estante, leio antes de ver o filme, se eu não tiver o livro, mas quiser muito ver o filme, aí mudo a ordem.

5- Qual formato de livro você prefere? (áudio-livro, e-book ou livro físico?)

Livro físico, nunca experimentei o áudio-livro e e-book eu só leio se o livro físico estiver muito caro para comprar.

6- Você tem algum hábito exclusivo ao ler?

Ficar mexendo os dedos dos pés, conta? Não consigo ler sem mexer os dedos haha.

7- As capas de uma série tem que combinar ou não importa?

Se for uma série que eu gosto muito, prefiro ter as lombadas combinando na minha estante, se eu não for fã da série, não me importo com isso.

Vamos responder!


1- Nunca li: A trilogia Jogos Vorazes
2-Não sinto vontade de ler: Game of Thrones
3-Todo mundo gosta, menos eu: o livro "Cartas de Amor aos Mortos"
4- Ninguém lê, mas eu gosto: A série "Como Treinar o seu Dragão", só vi 1 resenha de um livro dessa série, ela não é muito popular na blogosfera e entre os booktubers.
5-Tenho vontade de concluir: A série Desventuras em Série
6-Tenho curiosidade em ler: Os livros da Agatha Christie
7-Leria de novo: O quinto e o último livro da saga Harry Potter

Espero que tenham gostado das tags!
Beijinhos... Samantha Culceag 😊😊
Leia mais...

Metas de 2016 - Cumpridas ou não?

Hey pessoal! FELIZ 2017!
Com essa vibe boa de início de ano, decidi voltar aqui para o blog (por ora). Hoje vou compartilhar com vocês todas as metas que havia feito para o ano de 2016 e vou comentar se consegui ou não cumpri-las.

1-Terminar minha história


Nunca contei por aqui, mas estou escrevendo um livro desde janeiro de 2015, mudei essa história muitas vezes desde que comecei a escrever, mas não terminei ainda, estou empacada na página 100 há 6 meses.

2-Viciar-me numa nova série literária


Outra meta não cumprida, ano passado acabei de ler Os Instrumentos Mortais e Percy Jackson e queria uma nova série literária que eu me viciasse, agora em dezembro comecei a ler Desventuras em Série, mas ainda não é nenhum amor. Então, meta fail.

3-Assistir muitas séries de TV


Finalmente uma meta que eu consegui cumprir!!! Até 2014 eu não gostava de séries, em 2015 comecei a gostar, mas ainda não assistia muitas, mas 2016 foi o ano em que eu mais vi séries em toda minha vida (não assisti tantas séries assim, mas foram muitas comparadas aos outros anos). O cumprimento desta meta deve-se principalmente à chegada da Netflix aqui em casa!

4-Manter minhas amizades


Em 2016 fui para o primeiro ano do Ensino Médio e mudei de escola, e três dos meus quatro melhores amigos mudaram para escolas diferentes, então coloquei como meta para mim mesma, sempre conversar com eles pelo Facebook e não deixar a amizade esfriar, depois de um ano de amizade à distância fico feliz em dizer que ainda nos falamos O/

5-Fazer novas amizades


O início do Ensino Médio marcou uma nova fase da minha vida, novas pessoas entraram nela e agora a listinha de amigos está bem maior.

6-Gastar tempo com coisas úteis


Em 2015 senti que grande parte do meu tempo livre foi desperdiçado com bobagens, em 2016 a coisa foi diferente, comecei a estudar em período integral e tive que fazer seis meses de espanhol à noite, então não tinha muito tempo útil para desperdiçar. Depois das férias de meio de ano terminei o espanhol e ganhei um pouco de tempo livre, gastei-o muito bem!
P.S.- Ficar fluente em espanhol foi uma outra meta alcançada com sucesso!

7-Aprender inglês


Já faz um tempo que eu estou querendo aprender inglês, pensei que 2016 seria o ano, mas não foi :(

8-Fazer looks mais legais


Sinto que em 2016 usei umas roupinhas mais legais e fiz um looks maneiros, então vamos colocar meta cumprida!

9-Aprender a cozinhar


Aprendi a fazer arroz no final de 2015 e fiquei super animada em aprender outras coisas de culinária nesse ano que se passou. Não aprendi.

10-Aprender a me maquiar


Minha maquiagem melhorou bastante, foi de panda à esfumado meia boca, mas ainda não está boa o suficiente para sair na rua com ela, nesse ano eu consigo!

11-Não surtar com matemática


Eu odiava matemática e decidi que minha relação com ela seria melhor, realmente foi, gostei bastante de matemática em 2016. Agora eu odeio física :)

12-Sair com os amigos


Não digo sair para baladas, nós não gostamos de baladas, mas um aniversário ou outro é legal, também já fomos para a feira comer pastel (um super passeio).

***
Então, essas foram as metas que fiz para 2016!
As que não consegui cumprir ficam para 2017, junto com algumas outras que ainda vou fazer!

Beijos e até logo... Samantha Culceag.
Leia mais...

{Playlist} Descobertas

Fonte da Imagem
Hey pessoal!
Quem aí gosta de música? Decidi separar as minhas últimas descobertas para vocês! Talvez alguns já conheçam essas músicas há séculos, mas elas entraram na minha playlist recentemente! Aproveitem no último volume!

1- The Night - Avicii



Como não se mexer ouvindo essa música? Além do ritmo ser perfeito, a tradução também é maravilhosa e inspiradora (leia aqui), me apaixonei de cara por ela e nunca mais parei de ouvir, é minha escolha quando ficar animada e inspirada!

2- Wild - Troye Sivan



Essa é uma música mais lenta, mas que tem uma batida legal, é daquelas que a gente inventa de cantar junto (mesmo não sabendo a letra nem a língua), gosto de ouvi-la nos transportes (carro, ônibus, avião, etc).

3- Eez-eh - Kasabian



Essa foi recomendação da minha amiga Mari, que é apaixonada por essa banda e até foi em um show deles, ainda não sou fã, mas gosto de todas as músicas de "Kasabian" que eu ouço, essa é a minha predileta!

4- Immortals - Fall Out Boy



Essa música fez parte da trilha sonora do filme "Operação Big Hero", uma animação que eu adoro! Encontrei a música por acaso na internet, na verdade, estava ouvindo um outro som da banda: "Centuries", recomendação da Jheniffer, minha outra amiga. Curti muito as duas canções e elas entraram para a minha playlist!

5- White Tiger - Our Last Night



"Our Last Night" é minha banda preferida no momento, fiz um post aqui no blog falando deles na coluna "Ícone Musical", os covers deles são perfeitos, assim como as músicas autorais, essa me conquistou totalmente, me sinto determinada quando ouço ela.

***
E aí? Gostaram?
Beijos... Samantha Culceag :)
Leia mais...

A Netflix é viciante!

Heeeeey pessoal!
Alguns meses depois de Samantha Culceag descobrir que a ETEC suga toda a energia de uma pessoa... Ela encontrou um tantinho de força de vontade e se agarrou a ela para escrever esse post!

Fonte da Imagem

Nos últimos meses eu fiz 15 anos, iniciei meu TCM (Trabalho de Conclusão de Módulo) do Curso Técnico de Meio Ambiente, terminei o curso de Espanhol (foram 3 anos), li alguns livros, tive ideias para novas histórias mas não terminei nenhuma (quem sabe não escrevo alguma nessas férias...) e arranquei dois dentes do siso que nem tinham nascido ainda.

E para o meu retorno aqui no "Só pra Menores", vou fazer uma lista com tudo que eu comecei a assistir na Netflix em duas semanas de assinatura (hehe) e o que eu estou achando! Vamos lá!

1- Gossip Girl



"Gossip Girl" é um seriado famoso que eu nunca tinha tido vontade de assistir antes de assinar a Netflix, mas, recebi a indicação e pensei "não tenho nada melhor para fazer mesmo...". Logo de cara, já fiquei entretida no meio da briga de gato e rato de Serena e Blair, sem entender como as duas conseguem do nada virarem amigas, deixarem de ser amigas e depois agir como se nada tivesse acontecido. É claro que, como a curiosa que eu sou, estou querendo saber quem é a Garota do Blog, que fofoca sobre todas as pessoas (essa sabe de tudo, hein, ou ela está em todo lugar ou ela tem várias fontes, tenho meus palpites). Também senti raiva de alguns personagens, torci por outros e comecei a shippar Serena e Dan Humphrey, embora tenha o pressentimento de que eles não vão ficar juntos no fim.

2- Reign



Minha mãe já conhecia e assistia a esse seriado, mas quando minha amiga Mari começou a ver, ficou loucamente viciada e não parou de falar nele, então decidi começar a ver também, para me viciar igualmente e para podermos comentar uma com a outra os episódios (mas eu demoro demais para ver, ainda estou no quinto episódio e ela, na segunda temporada). Adorei a história, que por sinal, se passa no século XVI e tem como personagem principal, Mary Stuart a rainha da escócia. O seriado é baseado em fatos, Mary realmente existiu e governou a Escócia. Na primeira temporada, a trama se desenvolve no período em que Mary morou no palácio de Francis, príncipe da França e seu noivo desde a infância. Muitas conspirações envolvendo relações entre personagens e entre reinos estão presentes na série.

3- Supernatural



Quando eu era pequena meus pais faziam maratona de "Supernatural" e eu assisti alguns episódios com eles, mas não me lembro de nada, então decidi que precisava ver tudo de novo. O seriado é exatamente como eu imaginei que seria, não me decepcionei, os irmãos Dean e Sam, caçam e matam criaturas sobrenaturais que estão atormentando a vida das pessoas ou matando-as, o ritmo é de um caso por episódio enquanto os dois procuram o pai deles que está desaparecido há semanas.

4- Teen Wolf



Tinha assistido "Teen Wolf" até a terceira temporada (a melhor) e comecei a ver a quarta, mas por conta da escola abandonei a série, quando vi que tinha na Netflix não pedi a oportunidade e continuei a rever a partir da quarta temporada. A série está boa, mas ela mudou bastante desde a saída de alguns personagens, alguns fiquei feliz ao ver sair, outros nem tanto, mas os meus preferidos continuam (Stiles, Lydia e Kira). A história da quarta temporada é menos confusa que as outras e mais empolgante, mas vai ter que ser ainda melhor para superar o gran finale que a terceira temporada teve.

5- Gilmore Girls



Comecei a assistir "Gilmore Girls" por acaso, minha mãe (maior recomendadora de séries do mundo) a encontrou por acaso, vasculhando o maravilhoso mundo da Netflix e me chamou para assistir junto com ela (não sei se foi de propósito já que a série fala da relação de uma mãe e de uma filha ou se isso foi coincidência). Confesso que não botei muita fé no seriado, mas assim que começamos a ver me apaixonei e me identifiquei um pouco com a personagem principal (a filha).

***
Comentem à vontade, mas por favor, sem spoilers!
Beijos... Garota do Blog. Brincadeira! Samantha Culceag.
Leia mais...