Parceria com a autora Karen Soarele

Hey gente! Como vocês estão?
Estou super feliz e tenho uma novidade para contar: agora o blog é parceiro da autora Karen Soarele! Nessa postagem você vai conhecer um pouco mais da autora e das suas obras!

***

Sobre: Karen Soarele é autora de literatura fantástica infantojuvenil, além de ilustradora, palestrante e podcaster. Seus livros contam aventuras épicas no universo fantástico de Myríade, já foram adotados em escolas e clubes de leitura, e encantaram centenas de leitores.

Possui um estúdio de ilustração em parceria com seu marido, onde desenvolvem revistas de passatempos infantis e jogos para celular. Tem 26 anos, é graduada em Publicidade e Propaganda e pós-graduada em Comunicação: Linguagens, construção textual e literatura. Nasceu em Assaí/PR e atualmente vive em Campo Grande/MS.

Karen se propõe a fazer uso da ficção fantástica como uma alegoria para abordar temas complexos da nossa realidade. Acredita que a leitura tem o poder de enriquecer a cultura, o senso crítico e até os princípios individuais das pessoas, além de colorir nossas vidas e torná-las mais emocionantes. Em seu mundo, nada é impossível. Fora dele, também não.

***

Esse é o mapa de Myríade, suas histórias se passam nesse mundo. Estou apaixonada por esse mapa, é muito lindo!


Livros da autora


Línguas de Fogo
Série Crônicas de Myríade (livro 1)
216 páginas

Sinopse: Aisling é uma jovem camponesa que vive numa área remota de Vulcannus, o reino mais poderoso de Myríade. Entretanto, um acontecimento vem para mudar completamente sua vida: seu melhor amigo, Dharon, é ferido em batalha enquanto tentava protegê-la, e a única chance que ela tem de salvá-lo é deixar para trás tudo o que conhece e atravessar a fronteira até o território inimigo, onde pode encontrar o antídoto para o veneno que o consome. Em sua jornada, Aisling se defrontará com diversos perigos, descobrirá que toda história possui mais de um ponto de vista e aprenderá que nas amizades verdadeiras está a força para seguir pelo caminho correto. Até aonde você iria para ajudar um amigo? Línguas de Fogo é uma história de desafios, amadurecimento, e, sobretudo, amizade.

***

Tempestade de Areia
Série Crônicas de Myríade (livro 2)
308 páginas
Adicione no Skoob

Sinopse: Ao pensar que sua jornada chegaria ao fim, Aisling descobre que aquele era apenas o início. Munidos da localização da Fortaleza da Resistência, o exército de Vulcannus avança, ameaçando o sonho de uma Hynneldor livre. Nessa sequência de Línguas de Fogo, Aisling deverá escolher entre voltar para casa com Dharon ou entregar uma importante mensagem à capital de Datillion. Enquanto isso, seus amigos enfrentam antigas lembranças e buscam, uns nos outros, forças para seguir em frente. Muitos perigos e aventura aguardam nessa jornada, que levará o leitor a territórios inexplorados do mundo mágico de Myríade.

***


A Rainha da Primavera
Spin-off
100 páginas

Sinopse: Quando os estandartes inimigos se aproximam, apenas a magia do escolhido é poderosa o suficiente para proteger o reino de Hynneldor. Contudo, a princesa herdeira desapareceu há muitos anos, e aqueles que ousaram procurá-la jamais retornaram.

Mas a esperança é uma arma poderosa, e a descoberta de uma jovem na misteriosa Ilha de Ashteria pode mudar o destino de todos.


***

A Canção das Estrelas
Spin-off
156 páginas

Sinopse: Imerso em segredos, um misterioso livro guarda histórias sobre o passado e o futuro de Myríade, cifradas em códigos que permeiam a linguagem do universo. Para olhares desatentos, são meros contos. Mas Sebastian sabe que há uma mensagem oculta por magia, impossível de ser lembrada, e acredita na importância de compreender seu verdadeiro significado. Tudo muda quando o precioso manuscrito é roubado. Agora, o jovem precisará reunir coragem, aceitar seus erros e pôr à prova tudo o que mais ama, para recuperar seu livro e desvendar a Canção das Estrelas.


***


Acompanhe a autora nas tedes sociais:

Site do Livro - onde você pode ver as ilustrações dos persongens
Site da autora - onde você encontra vídeos e mais informações
Perfil no Facebook  e Página no Facebook - pra não perder as novidades

***

Aguardem que em breve publicarei a resenha de A Rainha da Primavera!
Beijos... Samantha Culceag.
Leia mais...

{Resenha} Divergente

Rocco Jovens Leitores * 2011
504 páginas * Veronica Roth

Faz um tempão que eu estava com vontade de ler “Divergente”, por sorte minha amiga comprou o livro e me emprestou, nem preciso dizer que fiquei mega feliz, não é?

Essa história de passa numa Chicago futurística, onde a sociedade é dividida em facções de acordo com seus princípios e modo de agir, as facções são: Abnegação, Erudição, Franqueza, Amizade e Audácia. Quando todos os jovens chegam aos 16 anos eles são obrigados a fazer um teste que irá apontar a facção que mais combina com cada um, depois disso eles são livres para escolher alguma facção para passar o resto de suas vidas (não é obrigatória ser a que o teste apontou, nem a que eles viveram durante 16 anos).

Mas quando Beatrice faz seu teste, o resultado é inconclusivo, ou seja, ela é Divergente, não pertence de verdade a nenhuma das facções mas tem características da Abnegação (a facção na qual nasceu), Audácia e Erudição. A moça que aplicou o teste em Beatrice lhe explica que ser Divergente é muito perigoso, por isso registrou o resultado de seu teste manualmente como Abnegação.

Beatrice fica com muitas dúvidas sobre qual facção irá escolher, mas por fim opta pela Audácia, pois os seus membros são livres. Mas ao chegar na sede da Audácia as coisas não serão muito fáceis e ela terá que passar por uma iniciação antes de começar a fazer parte de verdade da facção. Com o nome mudado para Tris, a jovem vai passar por muitas coisas e ainda descobrir inúmeras revelações.

Gostei muito da Tris, eu torci por ela, odiei seus inimigos e entendi os seus medos, ela foi uma protagonista perfeita, ideal para uma distopia, adorei ver seu crescimento e sua evolução! Contudo, os amigos que a Tris fez na Audácia não me conquistaram como ela (tirando o Uriah, fiquei apaixonada por ele mesmo com poucas aparições).

Quanto ao Quatro (um dos responsáveis pela iniciação da Audácia), fiquei contando as páginas até a parte em que ele aparece, no começo eu o adorava, mas depois percebi sua bipolaridade o que me irritou em algumas cenas, porém, com o tempo, comecei aceitar a sua mudança de comportamento (assim como a Tris) e terminei o livro apaixonada por ele também.

A narrativa é ótima, me fez ler esse livro de 500 páginas em pouco tempo, se eu o abria, no mínimo 50 folhas eu tinha que ler. A Tris narra essa história e acredito que não poderia ser de outra forma, ficar em contato com seus pensamentos só me fez gostar ainda mais do livro.

Depois da metade do livro, um tema mais interessante é abordado: os medos. Para concluírem a iniciação da Audácia os personagens terão que enfrentar seus medos numa simulação, encontrando saídas e controlando os batimentos de seus corações. Gostei muito dessa parte da história, fiquei mais nervosa que a Tris na hora das simulações, enquanto ela estava super controlada frente a frente com seus medos meu coração parecia que estava correndo uma maratona.

Dentre tantas cenas empolgantes, me senti na obrigação de escolher uma para ser a minha preferida, acho que eu fico com a cena da tirolesa, reli essa cena no mínimo três vezes de tanto que gostei, no filme ela é igualmente linda, porém deixaram de lado um detalhe.

Durante a leitura só tive dificuldade em fazer uma coisa: escolher a facção que mais combina comigo, consegui achar um defeito e uma qualidade em cada uma delas, mas ainda estou na dúvida entre Erudição e Audácia, acho que vou ter que ler o próximo volume para me decidir e acabar com a minha curiosidade!

Se você assistiu o filme e gostou, não deixe de ler o livro, além de ser mil vezes melhor, é mais emocionante e vai te ajudar a entender melhor a história!

Leia e se apaixone!
Beijos divergentes... Samantha Culceag.
Leia mais...

{Resenha} Quando Nerds Encontram Orcs

Elias Ribeiro * Buriti
2014 * 307 páginas


Heitor trabalha em uma empresa de segurança e considera seu trabalho bem chato, ainda mais com um chefe meio louco como o dele. Certo dia, ele aceita um convite para jogar uma partida de RPG no atelier de Alex e Phillip (Alex é poeta e Phillip é pintor), mas só porque Magali, sua ex-namorada, estará lá. Além deles, chegam para o jogo Celina (uma menina da faculdade de Heitor), Caio (amigo de Magali) e Gabriel (um garoto de 14 anos), o mestre do jogo.

No começo tudo estava bem, até que o jogo se torna realidade e os amigos são meio que teletransportados para dentro dele. Gabriel desaparece e o grupo passa a ser atacado por... adivinha? Isso mesmo, ORCS! Sem uma boa teoria de como foram parar alí, os amigos começam a jogar se esforçando para cumprir suas missões no RPG, com a esperança de que, no final, encontrem uma forma de voltar para casa.
"Ser corajoso não é ser isento de medos, mas sim ter a capacidade de enfrentar todos os seus temores, sem medo de arrependimentos. Heitor acabava de descobrir isso."
Uma coisa que me agradou nesse livro foi a diversidade dos membros do grupo de RPG, tanto pelo psicológico, quanto pela idade deles. O autor explorou muito bem todos eles e soube mostrar os seus defeitos e suas qualidades de forma equilibrada. A única personagem que eu não gostei muito foi a Celina, mas com o tempo me acostumei com ela. Os personagens a que eu mais me apeguei foram o Caio e a Magali.

A narrativa desse livro é em terceira pessoa, com um narrador que conversa com o leitor e eu amo livros assim. A narrativa manteu o ritmo durante o livro todo, em nenhum momento a trama ficou parada. O único ponto negativo foram os erros de digitação e ortografia que a revisão deixou passar, mas eu estava tão entretida na história que nem desanimei.
"Queremos ir para a casa ver as nossas famílias, voltar para nosso empregos chatos. Pois é isso que nós nerds fazemos, encaramos a vida com coragem durante um dia inteiro, e se ela nos machucar, descontamos a noite nos orcs."
Uma característica que eu aprecio muito em livros de fantasia e que o Elias Ribeiro usou, é quando o autor divide os personagens em grupos e alterna a narrativa entre esses grupos, acho que com isso o livro fica mais dinâmico e o leitor bem curioso cada vez que a cena é cortada e o grupo muda.

A ambientação no começo me deixou um pouco decepcionada, pois eu estava achando os lugares meio sem graça, mas conforme os personagens foram avançando em sua missão e os desafios apareceram, as descrições melhoraram (principalmente numa cena que ocorre na caverna).

As cenas de luta não deixaram nem um pouco a desejar, ao contrário, foram as melhores cenas do livro, ação foi o que não faltou! Eu prendi a respiração em vários momentos de tensão e não parei de torcer pelos personagens!
"O mais importante não é vencer a batalha, mas sobreviver mais um dia para continuar lutando."
A leitura valeu muito a pena, eu torci, ri, fiquei triste, me surpreendi e tive muitas outras reações... E que final de livro! Eu estou muito curiosa para a continuação, meu cérebro está fazendo várias teorias sobre o que irá acontecer daqui em diante!

Curta Quando Nerds Encontram Orcs no Facebook!


Sobre o autor:
Elias Ribeiro é psicólogo e autor do livro "Rorschach de Sangue", de 2013, e "Quando Nerds Encontram Orcs", de 2014. Também possui dois trabalhos acadêmicos no campo da psicologia, publicados em congressos internacionais, sendo o último em 2012 sob o título de "Mortos que Andam: A mitologia contemporânea em diálogo com Joseph Campbell". Atualmente almeja crescer no meio literário com obras voltadas para ficção, fantasia e suspense. Além disto, também produz conteúdo para internet, tanto audiovisual, com a companhia “Os Invisíveis”, quanto literário.
Super recomendo!!!
Beijos... Samantha Culceag.
Leia mais...

{Tag} Um Livro e um Filme

Hey peoples! Hoje vou responder essa Tag que vi no blog Universo dos Leitores, espero que gostem!

Fonte da Imagem

1. O último que você leu/assistiu?
Livro: Quando Nerds Encontram Orcs. Esse é um livro nacional que fala de RPG, nerds e tem muita ação e aventura, eu amei!
Filme: O Orfanato. É um filme de terror/suspense que vi na aula de espanhol, não gostei muito.

2. Um que você quer muito?
Livro: O Cavaleiro Fantasma. Esse livro está nos meus desejados há muito tempo.
Filme: Operação Big Hero. Estou com muita vontade de assistir, não perco nenhuma animação!

3. Um que você se emocionou?
Livro: Mentirosos (resenha aqui). Esse foi um dos melhores livros que li no ano passado.
Filme: Up, Altas Aventuras. Quem disse que não se chora em filmes de animação?

4. Um que você riu muito?
Livro: Como Reconquistar seu Ex-Namorado (resenha aqui). Além de ser um ótimo livro, ele arranca muitas risadas!
Filme: Minha Mãe é uma Peça. Vi um dia desses, é muuuito engraçado.

5. Um "modinha"? (no sentido de livros e filmes famosos)
Livro: Eu Fico Loko. Todo mundo da minha escola está lendo esse livro, eu achei legal.
Filme: Velozes e Furiosos 7. Está fazendo bastante sucesso.

6. Um que marcou sua vida?
Livro: A Espada de Shannara. Eu tenho tanta saudade dessa história, ela me marcou!
Filme: As Duas Torres. Esse é só o meu filme preferido, nada demais.

7. Um romance?
Livro: Morra por Mim (resenha aqui). Se você gosta de romance e de Paris, esse é o livro certo!
Filme: Idas e Vindas do Amor. Para que escolher uma história de amor, se eu posso escolher várias?

8. Um que você gostou mesmo todos não gostando?
Livro: Bruxos e Bruxas (resenha aqui). Eu amei, mesmo que muitas pessoas tenham achado o livro superficial.
Filme: O Ladrão de Raios. Confesso que a adaptação cinematográfica não foi muito boa, mas eu me diverti a beça assistindo esse filme.

9. Um que te fez sentir medo?
Livro: Nenhum, até agora.
Filme: A Lenda do Cavaleiro sem Cabeça. Eu era pequena quando assisti, passei a noite encarando a janela e morrendo de medo.

10. Um que te "prendeu"?
Livro: Maximum Ride - Projeto Angel. Esse livro é demais, eu não conseguia parar de ler.
Filme: Os Vingadores. Como desgruda os olhos da tela num filme desses?

11. Um que você não se enjoa?
Livro: O Hobbit (resenha aqui). Como enjoar?
Filme: Universidade Monstros. Posso ver muitas e muitas vezes seguidas, continuo achando graça.

12. Uma série/saga?
Livro: Os Instrumentos Mortais. Pois a Cassandra Clare escreve demais!
Filme: Harry Potter. Mesmo com todas as cenas cortadas eu achei as adaptações muito boas e nunca me canso de ver os filmes!

13. Um que te passou uma lição de vida?
Livro: A Estrela que Nunca Vai se Apagar (resenha aqui). Esse livro não me passou apenas uma lição, ele mudou a minha vida!
Filme: Crianças Invisíveis. Esse filme é muito tocante, chorei demais no final.

14. Quais seus gêneros preferidos?
Livro: Fantasia.
Filme: Aventura/ação.

15. Um que te surpreendeu? 
Livro: A Guerra dos Fae - As Crianças Trocadas. Deixei de comprar esse livro pois pensei que era chato, mas quando peguei emprestado com uma amiga reconheci meu erro!
Filme: Uma Mente Brilhante. Vi esse filme na aula de matemática, eu estava com uma expectativa mega baixa, mas acabei goatando muito!

***
Gostaram das minhas respostas?
Fiquem a vontade para responder essa Tag também!
Beijos... Samantha Culceag.
Leia mais...

{Resenha} Morra por Mim

Amy Plum * 424 páginas
Farol Literário * 2013
Kate é uma jovem que acabou de perder os pais e se mudou para Paris junto com sua irmã mais velha para morar com os avós. Kate ainda está arrasada e depressiva, ela passou a se enfiar dentro de um quarto e só às vezes sai para ver um filme num cinema ou passeia por um museu para depois reler seus livros, sempre sozinha.

Até que um dia Vincent entra em sua vida e logo Kate descobre que ele não é humano e sim um revenant, um ser sobrenatural que lembra os zumbis, mas que têm a função de salvar vidas humanas, mesmo que para isso eles tenham que morrer (quando morrem, os revenants voltam à vida três dias depois com a idade original da primeira morte deles).

Kate não sabe ao certo se vai conseguir viver no meio de tanta morte, ela tem certeza que vai sofrer toda vez que Vincent "morrer" por alguém. Será que Kate vai resistir a esse amor ou vai encarar uma vida não tão confortável ao lado do Vincent?

Não sei por que eu demorei tanto para ler esse livro, "Morra por Mim" tem romance, tem criaturas sobrenaturais totalmente originais e tem luta, é perfeito para amantes de fantasia que querem se arriscar numa história de amor! Esse livro é realmente muito bom! Eu fiquei me contorcendo e colocando a mente para trabalhar para achar uma resposta para as perguntas da Kate sobre Vincent e seus amigos, não dá para parar de ler antes das respostas surgirem!

Gostei de muitos personagens dessa história, em especial dos amigos do Vincent, minhas cenas preferidas foram as que eles apareceram, teve uma que envolvia luta de espadas, essa foi a minha predileta, em segundo lugar vem o final, que não deixa a desejar em nenhum aspecto.

A personagem que menos me agradou foi a Kate, ela fez uma coisa que eu não gosto: ficou com draminha na metade da história, mas, por sorte, esse drama não durou muito! Já o Vincent não me desagradou em nenhum sentido.

"Morra por Mim" se passa em Paris, um lugar que eu sonho conhecer, nem preciso falar que amei a ambientação e os passeios da Kate pelos cafés de lá, né? A protagonista tem o hábito de ler nesses cafés e eu fiquei morrendo de vontade de me juntar a ela haha.

Super recomendado, até já emprestei o livro para a minha amiga (ela amou), boas histórias devem ser compartilhadas! Em breve lerei o segundo livro, espero que a autora mantenha o mesmo ritmo e me surpreenda!

Beijos... Samantha Culceag.
Leia mais...