Correio da Sá #13

Hey galera!
Estou com muitos livros acumulados para tirar foto e meu tempo está curto, mesmo assim pretendo mostrar tudo o que chegou para vocês, uma parte nesse post e a outra mais para a frente!

Comprei



Ultimamente só tenho comprado livros por R$10,00 e tenho achado umas coisas bem legais por esse valor. "Roverandom" é um dos livros de J.R.R.Tolkien que ainda não li, mas pretendo fazer isso em breve, já devorei o prefácio que fala na trajetória dessa história até ser passada para o papel.

***


"A Ilha do Tesouro" deve ser um daqueles livros de aventura super divertidos, mal posso esperar para embarcar nessa leitura, é a minha cara! Essa edição que comprei é de bolso e tem as folhas brancas, mas possui abas.

***


Finalmente comprei a trilogia "Jogos Vorazes" e ainda ganhei um broche de tordo de brinde, os três livros vieram num box bonitinho. Paguei só R$30,00 por tudo (amo promoções). Agora não tenho mais desculpa para não ler essa distopia que tantas pessoas adoram, aguardem resenhas!

Ganhei



Minha mãe conseguiu a trilogia Divergente por meio de uma troca no Skoob, fiquei muito feliz em finalmente ter esses livros maravilohosos na minha estante, Divergente (resenha) eu tinha lido ao pegar emprestado com uma amiga e Insurgente (resenha) li assim que a troca chegou aqui em casa, agora só falta Convergente, estou muito curiosa para esse final!

***


Resenhei "A Herdeira" no Arquivo Passional (resenha aqui) e ao contrário de muita gente gostei da Eadlyn. A capa desse livro é linda demais e o final é desesperador, quero logo o próximo volume!

***


Fiquei encantada (e muito alegre) com o novo livro interativo da Editora Paralela (resenha aqui). As atividades me fizeram refletir muito sobre a vida e acabei a "leitura" com um enorme sorriso no rosto! Mais pra frente vai rolar sorteio desse livro por aqui!

***


Recebi "Soldier: Leal até o Fim" da Editora Novo Conceito (resenha aqui) e adorei a leitura, a narrativa não é pesada e a história não é daquelas que faz você chorar litros, apesar de ser bem tensa. Recomendo bastante!

***


"Fragmentados" (resenha aqui), também da Novo Conceito, é uma distopia que me conquistou e me causou diversos sentimentos diferentes (quem não ama livros que mexem com a gente?).

***


"A Odisseia de Tibor Lobato: O Oitavo Vilarejo" (resenha aqui) é um livro sobre folclore brasileiro que possui muitas situações de perigos e personagens bem curiosos (me identifiquei)!

***


"A Canção de Allana: A Primeira Grande Aventura" (resenha aqui) é uma história de fantasia medieval que envolve magia, lutas e uma garota tentando provar que pode ser uma cavaleita tão boa quanto um menino (é isso aí, arrasa Allana). O livro é espetacular!

***
Gostaram dos livros que recebi? Já leram algum?
Comentem! Beijos... Samantha Culceag.
Leia mais...

{Resenha} Oksa Pollock e o Coração dos dois Mundos

296 páginas * 2011
Suma de Letras * Anne Plichota e Cendrine Wolf

No terceiro volume da série Oksa Pollock, o planeta está enfrentando diversos desastres naturais e a missão de Oksa como a nova Graciosa é restaurar o equilíbrio do nosso mundo e de Edefia, terra invisível de onde a família de Oksa veio e pretende retornar. Para isso, Oksa precisará se aliar com alguns velhos inimigos e achar o portal mágico que a levará, junto com a família, para casa. Oksa também enfrentará desafios que colocarão sua vida em risco!
"Ela, Oksa Pollock, de 14 anos, que gostava de patins e de pop-rock, menina normal com um destino extraordinário... Ali estava ela, no centro daquele hall, naquela casa, naquela ilha. No centro do mundo."
Quase todos os personagens desse livro são da mesma família e todos eles têm histórias do passado, algumas de ódio, outras de amor... Foi muito bacana as autoras explorarem fatos que se entrelaçaram, definindo o destino de cada um e o seu papel na trama: Traidor (os inimigos que citei) ou Salve-se-Quem-Puder (os membros da família de Oksa).

O livro me surpreendeu, uma coisa que eu pensei que só aconteceria no final, acabou acontecendo no comecinho, trazendo muita ação e intrigas para a trama, além de mais obstáculos e problemas para os personagens solucionarem. Só que depois da metade, infelizmente, a descrição de Edefia durou muito, tornando a história cansativa e sem ação nenhuma, além das autoras não terem explorado tão bem os obstáculos que surgiram.

Nesse volume, o triângulo amoroso da história está mais forte do que nunca, pela primeira vez Oksa admite que está apaixonada tanto por Tugdual quanto por Gus, que não se dão bem. Quando a protagonista fica muito em dúvida entre dois caras, passo a não gostar de nenhum dos dois, dessa vez não foi diferente, o Gus estava bem bipolar, ele é legal quando está de bom-humor, só que quando começa a ignorar Oksa fica chato e Tugdual estava irônico e misterioso demais pro meu gosto, nunca sei qual é a dele nem se ele gosta de Oksa de verdade, costumo gostar de personagens misteriosos, mas dessa vez não rolou. Bem, espero que no próximo volume a Oksa se decida.
"(...) tinham as mesmas qualidades, os mesmos defeitos: muito charme, um gênio horrível, inteligência sutil, uma parte sombria e atormentada. Ainda por cima, os dois faziam seu coração bater com toda a força."
"Oksa Pollock e o Coração dos dois Mundos" foi o livro que menos gostei da série até agora, em parte por causa do triângulo amoroso, mas também porque achava que era uma trilogia e descobri que era uma série assim que virei a última folha. O livro acaba com bastante suspense e várias questões penduradas, estou louca para obter respostas! Espero que a série retorne a ser o que era no próximo volume.

Série Oksa Pollock


3- Oksa Pollock e o Coração dos Dois Mundos

Beijos graciosos... Samantha Culceag. 
Leia mais...

{Resenha} Insurgente

Veronica Roth * Rocco
512 páginas * 2012

"Insurgente" é o segundo livro da trilogia distópica "Divergente" (resenha aqui) que se passa numa Chicago do futuro. No primeiro livro, Beatrice Prior descobre que é divergente, ou seja, não pertence a nenhuma das facções existentes, mas opta por ser iniciada na Audácia. Muitas coisas acontecem com Tris (seu novo nome), ela tem que enfrentar seus próprios medos e a facção da Erudição, que possui um plano que colocará a vida de muitos em riscos. No segundo volume, as coisas estão diferentes, pois Tris e Quatro tentam sobreviver e vão de facção em facção, sabendo que a Erudição está com um novo plano e que um grande confronto se aproxima.
"Às vezes sinto que estou colecionando as lições que cada facção tem a me ensinar e guardando-as na minha mente, como um guia para me virar no mundo. Há sempre algo a aprender, sempre algo que é importante entender."
"Insurgente", ao contrário de "Divergente" demorou para pegar o ritmo, a leitura só ficou legal depois da página 120, antes disso estava sentindo falta de ação na história. Mas como o livro tem 512 páginas, considerei o começo apenas uma introduçãozinha para a história fantástica que veio depois.

Achei a Tris mais madura e diferente, arriscando sua vida toda hora e lutando pelo que achava certo, mas também teve momentos em que sentiu dúvidas e medos. Gosto muito de ler a história sob o ponto de vista dela, acho legal essa mistura que ela tem, sendo uma personagem determinada e forte, mas que possui vulnerabilidades, não a vemos como alguém "perfeito", porém "humano", o que a torna uma heroína ainda mais incrível!

Uma coisa qua ainda não mudou nesta trilogia é a minha reação de amor e ódio com o Tobias, tem horas em que ele é todo romântico e fala umas coisas bonitas para a Tris, mas em outras, ele age de forma imprudente e faz coisas erradas e desnecessárias.

Muitos personagens me surpreenderam, alguns para o bem, outros para o mal, mas todos eles mudaram sua forma de pensar, ver o mundo e agir. Também houveram personagens novos que me deixaram espantada por aparecerem de repente e já serem tão importantes para a história!

Minha facção preferida é a Audácia, adoro os personagens de lá (tirando os traidores, é claro), eles conseguem ser divertidos e unidos, ao mesmo tempo que são guerreiros. Este livro não está mais focando apenas nesta facção, a Tris passa por todas as facções, o que é bem legal, pois pude conhecer um pouco mais de todas elas.

Estou com tanta vontade de assistir a adaptação desse livro para o cinema que já dei play no trailer umas cinco vezes e fui escutar toda a playlist, ouvi dizer que esta adaptação foi menos fiel que a do primeiro livro, mesmo assim estou ansiosa para assistir.

Apesar de alguns pontos negativos citados, não consegui dar apenas quatro stars para o livro pois ele me causou muitas emoções e me deixou louca no final. Eu adoro quanto um autor consegue mexer comigo desta forma! Acredito que "Convergente" será melhor e bem mais tenso (recebi alguns spoilers) e pretendo lê-lo em breve!

Beijos... Samantha Culceag.
Leia mais...

{Resenha} Tempestade de Areia

Karen Soarele * 2013
308 páginas * Editora Cubo Mágico
"Nem todas as tempestades acontecem ao nosso redor, Kaled. Algumas ocorrem dentro de nós."
Em "Tempestade de Areia", segundo volume da série Crônicas de Myríade, Aisling aprendeu a usar seus poderes do vento com a ajuda do amigo Desmond e está lutando e arriscando sua vida pela Resistência (um grupo de pessoas que querem uma Hynneldor livre)! Só que após muitos ataques de Vulcannus (o reino inimigo), a Resistência foi praticamente dizimada, assim Marian, a líder, decide que está na hora deles se separarem, para que sobrevivam.

Aisling e seu amigo Dharon saem numa missão para entregar uma mensagem de esperança na capital de Datillion, ao passo que Marian e Desmond vão às Grandes Montanhas buscar ajuda com o lobo Alfa. Enquanto isso Kendra, a comandante do exército de Vulcannus, volta para casa cada vez mais disposta a acabar com todos da Resistência.

Um grande conflito se aproxima, será que Kendra obterá sucesso? Marian e Desmond conseguirão a ajuda que tanto precisam? Aisling entregará a mensagem em segurança? Muita aventura está por vir!
"São muitas as pessoas que se arrependem dos erros que cometem, mas são poucas aquelas que se aventuram a corrigi-los. E estas merecem a nossa admiração."
Assim como em "Línguas de Fogo", Aisling continua sendo a protagonista da história, mas dessa vez a narrativa em terceira pessoa alterna entre o ponto de vista de outros personagens como Kendra (continuo não gostando dela, que vilã boa!), Kaled (um personagem novo) e Marian e Desmond. Minhas cenas preferidas foram desses dois últimos, que mudaram muito e conquistaram minha amizade (agora gosto muito deles)!

Fiquei impressionada com a evolução da escrita da autora, os desafios neste volume foram bem mais perigosos e consequentemente, divertidos para mim! Gostei de ver antigos personagens reaparecendo, como a avó de Aisling, Douce e Roux, mas também me dei super bem com os novos!

Neste volume o reino de Datillion é explorado, até então não sabíamos nada sobre ele. Kaled é de lá, ele cresceu no deserto e é o único humano entre o povo Dat'areh. No início, suas aparições no deserto me deixaram curiosa, eu não entendia qual seria sua ligação com Aisling ou seu papel na história, e quando essa ligação veio à tona me surpreendi! A cena do deserto, onde uma criatura lendária e temida para o povo de lá apareceu, foi a minha preferida no livro todo!

"Tempestade de Areia" é composto por algumas ilustrações lindas (adorei os traços) que complementaram a história, amo livros ilustrados, eles me ajudam a imaginar melhor as cenas. Outro ponto positivo da diagramação é o detalhe de arabesco no início dos capítulos e as páginas amareladas (o primeiro volume tem páginas brancas).

Como sempre, minha jornada por Myríade foi maravilhosa! O final deste livro teve mais mistério que o primeiro, e também superou o livro anterior em todos os sentidos! Espero que "Fração de Segundo" seja lançado logo e que Karen Soarele mantenha a qualidade de sua escrita, estou ansiosa para viajar mais um pouco por Myríade!

Crônicas de Myríade


2- Tempestade de Areia
3- Fração de Segundo
4- Torrente Reversa
5- Brisa Ancestral

A Canção das Estrelas (Spin-off)
Leia mais...

{Tag} Cachorros Literários

Hey leitores!
Hoje venho responder uma Tag que vi no blog Leituras & Fofuras, espero que gostem!

Fonte da Imagem de Fundo
***
1. Shih Tzu - Um livro que você leu porque estava na moda.


Li "Cidade do Fogo Celestial" da Cassandra Clare quando lançou, ele é o último livro da série "Os Instrumentos Mortais" e estava muito animada para saber como tudo ia acabar. Tia Cassy não me decepcionou nem um pouquinho (agora sei o motivo de tanto sucesso).

2. Pit Bull - Um livro que você ainda não leu ou demorou para ler porque estava intimidado pela leitura.


"Starters" da Lissa Price, não sei o que deu em mim mas demorei um século para ler este livro, estava com receio de não gostar porque não era um dos meus gêneros preferidos (distopia). Hoje em dia "Starters" está entre os meus favoritos e eu sou super fã de distopia!

3. Pinscher - Um livro que fizeram "barulho demais" quando foi lançado, mas que não fez jus aos comentários.


"A Elite", da Kiera Cass, a série é boa, mas o segundo livro não me agradou nem um pouco, não curto personagens confusas. Porém, a autora reconquistou meu coração com as continuações.

4. Vira lata - Um livro que não é muito valorizado ou conhecido, mas que (é o melhor livro do mundo).


"Maximum Ride - Projeto Angel", do James Patterson é um dos melhores livros da minha estante, eu amo os personagens e a trama! A única parte ruim é que ainda não tem continuação aqui no Brasil, espero que lancem logo, quero muito ler!

5. Pastor - Um livro que você não empresta para ninguém.


Não empresto nenhum dos meus livros do Tolkien, muito menos "O Hobbit", pois a edição que eu tenho é em capa dura e bem velhinha, ou seja, necessita de muitos cuidados.

6. Salsichinha - Um livro que tem muito corpo, pra pouca perna, ou seja que poderia ter sido encurtado pela metade, porque tem muita encheção de linguiça.


"Para Onde Ela Foi", da Gayle Forman, me apaixonei por "Se eu Ficar", mas a continuação não me agradou, muitas partes foram completamente desnecessárias e monótodas.

7. Labrador - Um livro que é sua melhor lembrança da infância.

"A Mina de Ouro", de Maria José Dupré, li esse livro umas quatro vezes e nunca me cansei dessa história, era minha preferida! Não tenho o livro, todas as vezes que li foi emprestado da biblioteca da minha cidade.

***
Fiquem à vontade para responder essa Tag!
Beijos... Samantha Culceag.
Leia mais...