{Tag} Minha Vida em Livros

Hey galera!
Como vão vocês? Hoje vim responder uma Tag que vi no blog Primavera Literária, espero que gostem!

1) Escolha um livro para cada uma de suas iniciais.




S- Sociedade dos Meninos Gênios - Lev A.C. Rosen
P- Prata, Terra & Lua Cheia - Felipe Castilho
C- Contos de Fadas Sangrentos - Rosana Rios

"Sociedade dos Meninos Gênios" é um dos meus livros preferidos, a história é fantástica, cheia de reviravoltas. "Prata, Terra & Lua Cheia" é o segundo volume da série "O Legado Folclórico" que eu amo e estou ansiosa para os próximos volumes. "Contos de Fadas Sangrento", é um livro que reúne vários contos em suas versões mais antigas, sem tantas modificações, ou seja, bem sangrentos.


2) Conte sua idade pelos livros de sua estante:




A Espada de Shannara - Terry Brooks
O décimo terceiro livro da minha estante é "A Espada de Shannara", é uma obra de fantasia que eu amo, preciso comprar o segundo volume!


3) Encontre um livro ambientado em sua cidade/estado/ país:




Essa história se passa em São Paulo e o autor descreveu bem como é a cidade: a poluição, as pessoas agitadas, o trânsito... A história também é bem bacana, eu recomendo!


4) Escolha um livro que se passe em um lugar que gostaria de conhecer:





Cidade dos Ossos - Cassandra Clare
Tenho que admitir que nunca tinha tido vontade de visitar Nova York, o que me fez mudar de ideia foram alguns livros que li, nessa Tag eu coloquei "Cidade dos Ossos", mas posso citar muitas outras obras que se passam por lá. Espero um dia poder ir até NY e ver com meus próprios olhos o cenário de um dos meus livros preferidos!


5) Escolha a capa de um livro com sua cor favorita:




A Falsa Princesa - Eilis O'Neal
Minha cor preferida é roxo, então escolhi para essa pergunta a capa do livro "A Falsa Princesa" que tem o fundo nessa cor, a capa é linda e a história  tem uma mistura de magia, mistério, romance e aventura!


6) Que livro te traz boas lembranças:




Bisa Bia, Bisa Bel - Ana Maria Machado
Esse livro é bem antiguinho e foi um dos primeiros que li, nem mesmo quatro releituras me fizeram enjoar dele, sempre que leio me lembro da minha infância, pois foi nesa época que conheci a história de Isabel.


7) Qual livro você teve mais dificuldade em terminar:




Os Olhos do Dragão - Stephen King
Não demorei para ler porque é chato, mas sim porque eu estava lendo na minha aula de redação, então só pegava ele uma vez por semana. Nunca cheguei a resenhar esse livro, mas na próxima leitura eu talvez escreva a minha opinião.


8) Que livro ainda não lido lhe trará a maior sensação de "missão cumprida":




O Silmarillion - J. R. R. Tolkien
Ouvi dizer que esse livro é bem complexo, mas mesmo assim eu vou ler, quando eu acabar acho que pularei de felicidade, ainda mais sabendo que é uma obra do Tolkien!

***
Gostaram das fotinhos e das respostas?
Já fizeram essa Tag? Fiquem a vontede!
Beijos... Samantha Culceag.
Leia mais...

{Só em Séries} Gotham - Primeira Temporada

Hey pessoal!
Acho que todos vocês tem uma série de TV queridinha, que não conseguem ficar muito tempo sem assistir e que torcem para que façam mil temporadas dela, pois sabem que ela nunca vai perder a graça. É esse efeito que Gotham tem sobre mim, o que no começo era apenas uma série que eu achava sem graça, agora se tornou uma paixão!


O seriado começa com o assassinato dos pais de Bruce Wayne (o Batman mirim haha). O Sr. e a Sra.Wayne eram muito ricos e donos de várias empresas, por isso todos acreditaram que o crime teve um motivo para acontecer. O detetive Jim decidiu pegar o caso para si e prometeu para o Bruce que ele acharia o responsável pelo assassinato de seus pais.

Jim e Bruce
Quando comecei a assistir Gotham, cada episódio se tratava de um crime separado e de sua investigação, mas os episódios foram sendo lançados, as coisas passaram a se ligar e os crimes ficaram mais complexos, conforme o detetetive Jim investigava, mais distante ele ficava de descobrir os assassinos do pai do Bruce e novos suspeitos apareciam.

Em pouco tempo, os episódios não mostravam apenas crimes, e sim outras peças para o quebra-cabeça de Gotham, a cidade mais violenta que eu já vi, ela parece ser o palco de uma guerra.

Selina, ou Gata
Conforme o tempo passou, os vilões apareceram, na verdade, eles sempre estiveram lá, mas sabe quando os vilões não tem cara de vilões? Pois é. Se Gotham já era cheia de crimes e de sangue apenas com os vilõezinhos figurantes agindo, imaginem com os vilões de verdade (do Batman) em cena!

Essa é a Fish
Gotham é um seriado que eu gosto de assistir no escuro, no maior silêncio do mundo e em inglês, ele não dá medo (mas confesso que de vez em quando eu acendia as luzes só para checar o ambiente haha).

A primeira temporada tem 22 episódios e já deixo avisado: não tem final, nem um finalzinho básico para diminuir o mistério. A segunda temporada já foi confirmada e ela vai focar no Coringa, o principal vilão do Batman, vou aguardar ansiosamente o lançamento dessa segunda temporada (aguenta coração).

Detetive Jim, o protagonista.
Minha primeira experiência no gênero policial foi super bem sucedida! Ação foi o que não faltou na série e muito, mas muito suspense! Que venham centenas de temporadas!

Se você quer assistir Gotham, não precisa ser viciado em quadrinhos ou um cara que sabe tudo sobre super-heróis, eu não conhecia absolutamente nada e agora comecei a entender e a juntar as pontas, além de ter ficado curiosa para conhecer os filmes do Batman! Assistam sem medo e divirtam-se!

Pinguim O.O
Beijos... Samantha Culceag.
Leia mais...

{Resenha} A Rainha da Primavera

Karen Soarele * 2011
Editora Cubo Mágico * 100 páginas
"A Rainha da Primavera" é um Spin-off da série Crônicas de Myríade, mas pode ser lido de forma independente por ser uma história encantadora com começo, meio e fim.

Flora estava em sua casa, deitada e tranquila, aproveitando a vida na Ilha de Ashteria, onde vive o povo sollaris... De repente, tudo vira de ponta cabeça quando a ilha é invadida por dois humanos que estão atrás da princesa desaparecida, que deverá proteger o reino de Hinneldor dos inimigos. Os dois homens dizem que Flora é essa princesa e que vieram buscá-la.

De uma hora para outra, Flora descobre que sua vida inteira foi uma mentira, que ela não é filha de sangue de sua mãe e nem ao menos pertence ao povo sollaris. Depois de pensar por um tempo, ela aceita ir com os dois homens que invadiram a ilha: Dimitri e Nathair. Agora, muitas aventuras esperam por Flora.
"Não perca a chance! Vá conhecer o mundo além do Mar Eterno, ver as paisagens que jamais sonhou e descobrir quem é. Mas não se esqueça de nós. Esperamos pelo dia em que você regressará, cheia de histórias para contar." 
Quando esse livro chegou aqui em casa, a primeira coisa que eu notei foi o desenho de um mapa nas primeiras páginas, eu acredito que os mapas deixam as histórias ainda melhores e mais interessantes, além de ajudarem a me localizar conforme os personagens vão se locomovendo na trama. Existem também algumas ilustrações muito legais, a diagramação está caprichada!

As cenas de ação desse livro são muito boas, inclusive suas descrições que narram cada movimento feito pelos personagens, eu adorei essas partes, foi super fácil de imaginar!

Meu personagem favorito foi o Dimitri, achei ele super esforçado em sua missão, sem falar que ele é um guerreiro muito ágil, esperto, bom e uma pessoa muito leal! Confesso que não curti muito a Flora no começo da história, mas depois ela foi ficando mais corajosa e percebi o quanto é uma jovem honesta e justa.

O livro tem poucas páginas e é bem rápido de ser lido, mas cada linha vale super a pena! A aventura é ótima e existem vários elementos para apenas 100 folhas! Queria que a história fosse maior e que mais aventuras ocorressem, eu estava tão entretida na leitura!
"A lealdade é a essência do homem. (...) a traição faz com que a alma apodreça aos poucos."
"A Rainha da Primavera" possui um enredo cheio de traições, lutas, sequestros e emoção, mal possso esperar para ler as outras obras dessa autora: "Línguas de Fogo" e "Tempestade de Areia", aposto que são ainda mais legais que esses e com muito mais aventura e ação.

Para saber mais sobre a série "As Crônicas de Myríade" clique aqui, curta a fanpage no Facebook e aprenda várias informações sobre Myríade aqui.


"Línguas de Fogo" é o primeiro livro da série, "Tempestade de Areia" é o segundo e "A Canção das Estrelas" é outro Spin-off.

Leiam! Vale super a pena!
Beijos... Samantha Culceag.
Leia mais...

{Filme} Os Vingadores 2: A Era de Ultron


País e Ano de Produção: EUA / 2015
Duração: 141 minutos
Direção e roteiro: Joss Whedon
Sinopse: O Marvel Studios apresenta: Os Vingadores 2: A Era de Ultron, a épica sequência do maior filme de super-heróis de todos os tempos. Quando Tony Stark tenta alavancar um programa de paz virtual, as coisas dão errado e os maiores heróis da Terra, incluindo Homem de Ferro, Capitão América, Thor, o Incrível Hulk, Viúva Negra e Gavião Arqueiro enfrentam o teste definitivo enquanto o destino do planeta está em jogo. Quando o vilanesco Ultron surge, cabe aos Vingadores impedi-lo de concluir os seus planos terríveis. Para tanto, logo surgem alianças inesperadas que abrem caminho para uma aventura global épica e única.

***

Em 2012 fui ao cinema assistir "Os Vingadores" e um episódio muito engraçado ocorreu: o filme enroscou e pegou fogo (literalmente) e eu, com 10 anos de idade fiquei olhando para a tela em chamas, me lembro que todo mundo da minha perua (eu estava lá com meus amigos) ficou olhando para mim e rindo pois eu era a única que estava realmente animada para assistir o filme. No final deu tudo certo e eu consegui ver o filme, mesmo sem entender nada. Três anos depois eu volto ao cinema para assistir a continuação do meu filme de ação preferido, esta pegou tanto fogo quanto o primeiro, a única diferença é que dessa vez foi no sentido figurado!

O filme tem MUITA ação, lutas são o que não faltam (e barulho também, fico imaginando quantas onomatopeias as HQ's tem), mas é claro que também existem as cenas engraçadas e as piadas entre os personagens. Algumas coisas que são faladas no filme, a pessoa só vai entender se tiver assistido os outros filmes da Marvel de cada um dos heróis separados.

Achei que o roteiro poderia ter sido melhor e mais claro, gostei dos perigos e das aventuras, mas tiveram muitas coisas que ficaram confusas na minha cabeça, depois que o filme acabou fiquei me perguntando sobre alguns fatos e que não consegui ligar durante o filme.


Eu gostei bastante dos efeitos especiais, o Ultron ficou incrível e os atores fizeram um trabalho muito bom, não consigo dizer qual foi o melhor!

Gostei muito mais dessa continuação do que do primeiro filme, não dá para acreditar que são quase 3 horas na sala de cinema, parece ser apenas uma horinha de tão bom! Ouvi dizer que muitas cenas foram cortadas e fiquei curiosa para assisti-las! Esse é o tipo de filme que quando acaba, dá vontade de sair conversando com todo mundo sobre ele, então o legal é ver com sua família ou amigos! Recomendo muito!

Trailer


 Fãs, aguardem, os Vingadores retornarão!
Beijos... Samantha Culceag.
Leia mais...

{Resenha} O Filho de Netuno

Rick Riordan * Intrínseca
452 páginas * 2011

"O Filho de Netuno" é o segundo volume da série "Os Heróis do Olimpo". Nesse livro temos de volta o protagonista da série anterior, o Percy, porém, o cenário não é mais o Acampamento Meio-Sangue e sim, o Acampamento Júpiter que pertence aos semideuses romanos. Assim como Jason (o protagonista de "O Herói Perdido", primeiro volume desta série), Percy perdeu a memória por causa de um plano da deusa Hera/Juno (Juno é o nome romano), ele só se lembra de uma tal de Annabeth (muito fofo).

Tudo começa quando Percy chega ao Acampamento Júpiter carregando Hera/Juno, após ser perseguido por Górgonas e matá-las com dificuldade na frente de alguns campistas romanos. Estranho? Mais estranho ainda foi a missão que Marte (Ares para os gregos) deu a um campista chamado Frank, que consistia em libertar Tânatos (que é o guardião dos mortos, sequestrado por Gaia para que nenhum monstro de seu exército possa ser aprisionado no Tártaro, pois sem ele, qualquer um que morre pode voltar a viver) e voltar para o Acampamento Júpiter a tempo de lutar contra o exército de Gaia. Marte disse ao seu filho Frank para levar Percy na missão e escolher mais um campista, sua escolhida foi Hazel, filha de Plutão (Hades para os gregos).
"Ele dobrou a camiseta surrada laranja e deixou-a no beliche.
-Vou voltar - disse ele. Sentiu-se muito idiota por estar falando com uma camiseta, mas na verdade pensava em Annabeth e em sua antiga vida - Não estou indo para sempre. Mas tenho que ajudar esses caras. Eles me acolheram. Merecem sobreviver."
Foi prazeroso ter Percy de volta, ele já é um personagem muito querido para mim, pois narrou os cinco livros da série "Percy Jackson e os Olimpianos", mas, ao mesmo tempo que um dos meus personagens preferidos voltou a aparecer, o Tio Rick deixou de ambientar a história no Acampamento Meio-Sangue e passou a escrever sobre o Acampamento Júpiter, confesso que não gostei muito do acampamento novo, acho que ainda estou apegada na antiga ambientação e confesso que estranhei as manias dos romanos!

Os personagens novos do livro anterior não apareceram nesse, mas passei a conhecer outros. Gostei bastante de alguns, como a Hazel, a história do seu passado é surpreendente, adorei o Rick Riordan ter explorado bem essa personagem, ele me deixou bem apegada a ela; o Frank que foi me conquistando aos pouquinhos até a cena em que ele toma uma atitude que quase me faz chorar; a Reyna que embora não apareça muito, deixou uma marca que só as personagens fortes e determinadas tem (quando vou fazer um seminário na escola eu finjo que sou ela haha); mas teve alguns personagens que eu não gostei nem um pouquinho, um deles foi o Octavian, cara chato. Mal posso esperar para esses personagens se encontrarem com os do livro anterior (saudades do Leo), estou me segurando para não ler o próximo volume muito perto desse, não quero que a série acabe logo!

Essa capa está maravilhosa, ficaram lindos esses tons de azul (Percy curtiu isso). A diagramação também é ótima!
"Percy nunca estivera tão longe de casa. Fora até o mundo Inferior e voltara. Enfrentara a morte dezenas de vezes. Mas, sentado ali àquela mesa, a milhares de quilômetros de casa, além do alcance do poder do Olimpo, ele nunca estivera tão sozinho (...)"

As aventuras e os perigos que os personagens enfrentaram nesse livro foram emocionantes e acredito que a qualidade das aventuras só vai melhorar! Estou animada (e curiosa) para ler o próximo volume!

Beijos... Samantha Culceag.
Leia mais...