{Como Usar} Regatas

Oi galera!
O post de hoje foi pensado para o próximo verão que vai ser bem queeeente. Vocês sabem quantas opções de regatas existem por aí? Sabem como usá-las e com o que elas combinam? Não? Venham aprender então!

Com Estampa


Imagem 1, 2 e 3 e Imagem 4.

Acho que o tipo mais famoso de regata é a estampada, minhas preferidas são a estampa floral (muito diva) e as com letras, como nas imagens 1 e 3. As regatas podem ser usadas com quase tudo, na imagem 1 há um cinto, na 2 uma pulseira e na 3 um colar, o que não falta são opções de acessórios! Acho muito lindo aquele mix de pulseiras, várias no mesmo braço, dá um efeito bem moderno ao look.

Para aguentar esse calor que não acaba mais (e vai ficar pior) a peça chave para usar com a regata é o shorts, meu preferido é o jeans rasgado, mas também é legal apostar naqueles coloridinhos, principalmente os com cores pasteis (eu tinha um rosa lindoooo).

Com Renda


Imagem 1, Imagem 2 e 3 e Imagem 4

Quem aí ama regatas com renda levanta a mão o/ Eu acho que a renda deixa a peça bem mais feminina e dá um toque e tanto. Existem vários tipos de regatas com renda, quando tem só na alça, como na imagem 1 e 2, na peça toda, como na imagem 3 e renda na parte de cima da peça, como na imagem 4. A minha preferida foi a imagem 4, misturou renda e estampa.

Como a renda deixa o look mais feminino, ela fica ótima usada com saias, principalmente de uma cor só, como os três primeiros modelos das imagens. Uma dica de ouro é usar uma regata lisa (de uma cor só) com uma saia estampada, ou vice-versa, se você gostar de combinar estampas está liberado, mas é preciso tomar cuidado para não deixar a produção muito pesada.

Amarelas

Imagem 1 e 2

O amarelo estará super na moda neste verão, então por que não misturar regatas e essa cor tão alegre? Na imagem 1 a regata amarela também apresenta renda, então você estará na moda em dobro! Na imagem 2, o degradê do amarelo deixou o look mais simples, para usar depois da praia ou num passeio no parque.

E nos pés? O que dá para usar? Uma coisa mais fresquinha como sandálias abertas e chinelos. Chinelos, Samantha? Sim! Hoje em dia tem uns modelos de chinelos bem diferentes e muito bonitos!

***

Espero que tenham gostado das dicas. Deixem nos comentários peças de roupas ou estampas que vocês querem aprender como usar!
Beijos e até a próxima... Samantha Culceag.
Leia mais...

{Resenha} Me Liga

Galera Record * 2014
Sarah Mlynowski * 320 páginas
Quem nunca quis voltar ao passado para consertar algum erro? Quem nunca se pegou imaginando como as coisas seriam melhores se você tivesse feito o que te falaram? É nisso que Devorah Banks está pensando quando acidentalmente derruba seu celular no chafariz do shopping, que na verdade é uma fonte dos desejos.

Ao resgatar o celular, Devorah tenta ligá-lo, mas só consegue após discar a sequência de todos os números e o botão de enviar, duas vezes. De repente, ela está ligando para uma menina que diz ter o mesmo nome que ela. Sim, duas Devorahs Banks, estranho? Muito!

Depois de algumas ligações as duas Devorahs acabam descobrindo que são a mesma pessoa, mas uma está no primeiro ano do colegial e a outra está no último, prestes a se formar. A Devorah do futuro faz de tudo para convencer a do passado de que são a mesma pessoa, logo ela consegue e trama vários planos para consertar sua vida.

A Devorah do futuro passou o colegial inteiro namorando Bryan, ela não estudou, se afastou de suas amigas e de sua família, agora Bryan terminou com Devorah, a deixando sem amigos, com um vazio no coração e à caminho da pior faculdade do país. Por isso ela quer mudar sua vida, a Dev do futuro quer impedir que a Dev do passado se apaixone por Bryan, quer que ela estude, que faça amigos e que até mesmo salve o mundo. Mas se tem uma coisa que nós sabemos bem, é que não se pode mexer com o passado sem ter consequências no futuro, até que ponto as Devs não chegar?

A narrativa dessa história é legal porque é dividida entre o passado e o futuro da Devorah, a Dev do passado recebe o apelido de Cal (o que facilita muito a vida do leitor, ficar falando Dev do passado e do futuro, complica) e a Ivy, que é a Dev do futuro. Os capítulos são alternados entre Ivy e Cal e narrados em primeira pessoa, as melhores cenas são as ligações que Ivy faz (só ela consegue usar o celular dessa forma), é engraçado ver uma pessoa falando com seu passado ou uma pessoa recebendo ordens do seu futuro o.O

Minha personagem preferida foi Cal, ela é uma menina muito esforçada, não gostei muito de Ivy pois ela é uma folgada, passa três anos namorando com um menino e quando falta pouco para se formar, liga para o passado, obriga Cal a estudar para que os resultados daquelas lições mudem sua vida para melhor. Cal se mata, enquanto Ivy fica curtindo as festas e os passeios, não achei justo!

Uma coisa que achei bem interessante e engraçada foi que as lembranças de Ivy não mudam, por mais que Cal estude, faça burradas ou namore, Ivy sempre vai se lembrar de Bryan, de ter ficado com ele. Agora imagine você estar andando na rua e de repente tudo ao seu redor mudar, as pessoas com quem você tem amizade são outras, sua fama é outra, seu namorado é outro... Assim que Ivy se sente, risadas garantidas!

É claro que nem tudo sai como Ivy quer, algumas coisas que parecem ser muito boas, viram coisas muito ruins, mexem de verdade com a vida de Ivy. Em muitas cenas do livro, eu me peguei pensando "Pare com isso, não vai acabar bem", "Olha, presta atenção no que você está fazendo...", queria entrar na história para falar com as personagens que o que estavam fazendo só iria complicar as coisas.

Existe sim romance nesse livro, mas não é nem de longe, o foco principal, pois Ivy não deixa Cal namorar. Então, não leia essa história esperando romance pois você vai se decepcionar!

A ambientação acontece na casa das Devs, nas festas em que elas vão e na escola. Por falar na escola... Gente, eu fiquei muito impressionada com essa escola, ela andava pelos corredores falando com as amigas e apareciam vários meninos, os comentários eram só: "Ai, que lindo", "Esse é muito gato", "Estou gostando desse aí", "Que charmoso", sério, eu fiquei reparando nisso e cheguei a uma conclusão: só tem menino bonito por lá! 

"Me Liga" é um livro leve, engraçado e bem escrito, as situações apresentadas são o tipo de coisa que as pessoas fariam tentariam fazer se tivessem a chance de voltar ao passado.

Recomendo muitíssimo!
Beijos do presente... Samantha Culceag.
Leia mais...

Destrua Este Dário #2

Hello meus queridos!
Hoje tem mais um post com as destruições que tenho feito no meu livro "Destrua Este Diário", agora não estou mais com dó de destruir, afinal, ele foi feito para isso mesmo, as coisas estão ficando mais divertidas a cada página que faço! Vamos conferir as destruições?

O coitado do meu diário tá acabadinho :(

Estava enrolando para destruir a lombada pois não tinha ideia de como iria fazer isso, cheguei nesse resultado arranhando com caneta (fechada) e lápis. Depois foi só puxar uns pedacinhos de papel que soltaram.


Resolvi fazer uma decoração na primeira página do Diário, pintei as letras de rosa e fiz um fundinho bem claro, depois usei meu carimbo da Pucca que nem lembrava que tinha. Queria escrever uma frase nessa folha, foi aí que eu lembrei do filme Detona Ralph e daquele personagem que tem um castelo rosa, mas que ele diz que é salmão.


Nessa página eu queria fazer algo relacionado a neve, lembrei de imediato do Olaf, da animação Frozen, mas não consegui desenhar um boneco de neve, aí pensei em outros filmes com alguma cena que nevasse. Em Dezesseis Luas, Ethan e a Lena (os protagonistas) estavam conversando sobre o Natal que se aproximava, até que Lena perguntou ao Ethan o que ele ele quis em todos os Natais e nunca ganhou e ele disse neve, me identifiquei muito com essa frase pois no Brasil não neva (pelo menos não em São Paulo) e quem nunca quis ver a neve caindo no dia de Natal?


Sempre que eu vejo um alvo me lembro de arco e flecha, não podia fazer outra coisa nesta página sem ser desenhar flechas :)


Este desenho foi um baita de um acidente, eu queria fazer uma coisa abstrata nesta página, mas acabei desenhando um par de asas, depois quis fazer um anjo, mas o desenho ficou muito parecido com uma fada!


Esta página foi inspirada no filme "Up, Altas Aventuras", minha animação preferida. A casa não ficou muito parecida com a do filme e os balões foram poucos, mas gostei do resultado. Fiz um efeito no fundo para representar o ar (e para seguir as instruções da página).


Essa foi a primeira página que eu fiz, mas tinha esquecido de colocar na primeira postagem, escrevi repetidamente as palavras Peace e Love e desenhei algumas coisas.


Não fazia ideia do que desenhar nessa página, então comecei a escrever, pintar e rabiscar um monte de coisas, tipo aquelas que a gente faz quando não tem nada para fazer. Até que ficou bem legal.


Essa página foi uma brincadeirinha com a série de livros "Bruxos e Bruxas" que eu adoro!


Essa foi uma das páginas mais divertidas que eu fiz, demorei um século para desenhar essas mãozinhas cor-de-rosa e os dedos ainda saíram tortos. Mas eu adorei pintar essa gosma rosa!

Por hoje é só, não se esqueçam de ler a primeira postagem com as minhas destruições aqui.
Beijos... Samantha Culceag.
Leia mais...

Menores Recomendam #1

Oi leitores!
Hoje venho com uma novidade super legal, agora vocês poderão ver aqui no blog indicações dos meus amigos que também amam ler e assistir filmes, de vez em quando vou fazer uma postagem com indicações cinematográficas ou literárias deles, espero que gostem!

Indicações da Jheniffer Lima


O livro "A Outra Vida" trata-se de um romance e um suspense com terror, que eu daria meu sangue para poder viver também, afinal, não é sempre que se encontra um garoto igual a Joshua, esse com certeza é um dos meus livros preferidos!

Observação da Sá: Essa minha amiga é louca, ela quer viver no meio de Chorões (que são uma espécie de zumbis) só para ficar com esse Joshua haha. Mas o livro é bem legal mesmo!

Sinceramente não gostei desse livro, eu passei a respirar ele! Foi um dos melhores livros que já li. "Cidade dos Ossos", me fez rir, me desesperou, me deixou curiosa, e acima de tudo apaixonada... Cá entre nós, já me peguei várias vezes desenhando marcas, interagindo com uma caneta (minha estela no caso), desconfiando quando sinto algum cheiro forte de lixo, e claro tentei desenhar o Jace, o que a princípio não funcionou. De todas as formas possíveis existentes em todas as dimensões, eu amooooo esse livro.
Observação da Sá: Também respiro essa série <3

Indicação do Lucas Oliveira


Eu achei o livro "Bruxos e Bruxas" cheio de ação, mistérios e enigmas... Alem disso, adorei o jeito em que eles usam a menção da Magia com duas pessoas comuns em uma família comum (ou que pelo menos pensava ser).
Observação da Sá: E essa família comum, nunca mais foi comum...

No segundo livro da série "Bruxos e Bruxas" - O Dom - , tem muitas novidades que até mesmo eu achei inesperadas, porém uma coisa me perturba.... A Paixonite de Wisty por qualquer um que ela vê e acha bonito! Pois é amigos, ela é "A Única que se apaixona a toda hora", isso prejudica muito o Whit no livro.... Porém leiam , se você acha que o Único não se destaca nesse livro... Você está enganado, pois ele ganha mais um aliado para complicar a vida de Whit e Wisty.
Observação da Sá: "A Única que se apaixona a toda hora" foi demais haha!

Indicação da Carolina Kai

Gostei do livro "Soul Love" porque é bonito. Meu personagem preferido é Gabe, ele é muito kawaii. Recomendo pra quem gosta de romance.
Observação da Sá: Kawaii é fofo em japonês.

***

Gostaram das indicações? É muito bom ter amigos leitores, assim sempre posso pegar emprestado os livros deles, e emprestar também, mesmo com cada um tendo um gosto literário diferente! E aí? Querem ver esse pessoal mais vezes por aqui? Comentem!

Beijos... Samantha Culceag.
Leia mais...

{Resenha} Casa do Pesadelo - A Verdade ou a Morte

1994 * Rocco Jovens Leitores
Diane Hoh * 104 páginas
Adoro ler livros mais curtinhos de vez em quando, esse é o tipo de história que me trouxe para o mundo da leitura. Peguei o livro "A Verdade ou a Morte" emprestado com meu amigo, foi o primeiro livro que ele leu e amou, decidi ler e não me arrependi!

Parrie é uma jovem que está ingressando como caloura na Universidade de Salem, na sua antiga escola ela vivia cercada de amigos, mas agora precisa fazer novas amizades. Durante o Chá Anual de Gala, que serve para dar boas vindas às calouras, Parrie conversa com cinco garotas que zoam com ela por ter derrubado chá, logo as seis começam a conversar e entram numa brincadeira de desafios.

De início, os desafios são todos fáceis, mas o jogo começa a se tornar perigoso e muito viciante, nenhuma garota tem coragem de parar, quem desistir terá seu maior segredo revelado! Parrie está determinada a descobrir quem está transformando desafios em experiências perigosas e até mesmo... mortais.

A narrativa desse livro é bem leve, li o livro em apenas duas horas, o final é muito surpreendente, não poderia imaginar em hipótese alguma um final como aquele, a história mudou totalmente e ficou mais legal.

As personagens tem personalidades diferentes, mas não consegui me identificar com nenhuma delas (o que foi um pouco chato). Para o tamanho do livro, o autor explorou bem as meninas, só achei que faltou na protagonista, uma característica forte que a destacasse, durante a história ela ficou no mesmo nível das personagens coadjuvantes.

A ambientação acontece na faculdade de Parrie, a faculdade é daquelas onde os alunos "moram", ou seja, dormem, comem, estudam... Adoro quando uma história se passa num ambiente como esse, fico imaginando como deve ser legal estudar numa escola assim, seus vizinhos são pessoas com a mesma idade de você, ou até mesmo seus amigos, sem falar na bagunça que dá para fazer haha (#festaever).

Esse livro é leve e não dá medo, é até bem construído para seu tamanho, eu recomendo a quem quiser dar uma pausa naqueles livros complexos.


Beijos... Samantha Culceag.
Leia mais...